Caravelas Bahia

Abrolhos


Caravelas Bahia Brasil - Facebook

Ilhas de AbrolhosIntrodução

Localização no litoral sul da Bahia, a 70km da costa.
O que o Arquipélago de Abrolhos, formado pelas ilhas Redonda, Siriba, Guarita e Sueste, tem de tão especial? Além do Parque Nacional Marinho de Abrolhos ser o mais importante complexo coralíneo do Atlântico Sul, suas águas quentes, rasas e cristalinas atraem muitas espécies, como a baleia Jubarte, um dos mais raros mamíferos do hemisfério sul que migra para se acasalar, criando um espetáculo inesquecível. Ali, no litoral sul da Bahia, a mais ou menos 80km da costa, você encontra um lugar ideal para o mergulho. Nadadeiras, máscara e snorkel garantem a observação de uma paisagem marinha fantástica, em que convivem aproximadamente 160 espécies de peixes, moluscos, crustáceos, tartarugas, além dos coloridos corais. A visibilidade da água chega a 30m no verão. A riqueza da fauna e da flora marinhas atraem inúmeras aves, como o atobá, embelezando ainda mais Abrolhos. Santa Bárbara, a outra ilha do arquipélago, não pertence ao Parque Nacional e permanece sob jurisdição da Marinha, que mantém um farol de navegação existente desde 1861. O farol sempre teve a missão de alertar os navegantes mais desavisados sobre os perigos escondidos sob as águas calmas deste lugar encantador.

História

Os mares da região de Abrolhos receberam vários visitantes ilustres. Américo Vespúcio, no início do ano de 1500, navegando pelas costas da Bahia, se deparou com esse arquipélago formado por poucas e esparsas ilhotas, numa área tomada por recifes e corais. Reza a lenda que ele anotou em sua carta de navegação o aviso: "Abre os olhos", alertando aqueles que fossem se aproximar da terra sobre os perigos do mar. Daí teria se originado o nome do arquipélago. Os perigos de que tanto se fala são formações de coral escondidas sob as águas. Essas formações, chamadas por alguns de "cabeças" ou "cérebros", erguem-se abruptamente, formando gigantescos cogumelos marrons, difíceis de serem detectados. Muitas embarcações foram presas fáceis dessa armadilha natural, entre elas, a mais famosa é Rosalina, um cargueiro italiano, que desde de 1939 adormece em Abrolhos. Rosalina se transformou em atração para os mergulhadores, abrigando belas formações de coral e multicoloridas colônias de peixes. Por volta de 1832, em sua viagem à Patagônia, Terra do Fogo e Galápagos, Charles Darwin fez uma parada no arquipélago de Abrolhos, tendo em vista as peculiares características da natureza daquele lugar. Charles F. Hartt esteve também estudando as colônias de corais, uma séria ameaça para os navios, mas verdadeira raridade e uma paisagem inesquecível. Outro visitante ilustre, Jacques Cousteau, o pesquisador francês, também aportou em Abrolhos, atraído pelas particularidades dos corais lá existentes. Por toda essa riqueza natural é que Abrolhos foi transformado no primeiro Parque Nacional Marinho brasileiro, em 1986.

Fauna

A riqueza marinha é um prato cheio para a alimentação das aves migratórias. Você pode encontrar por lá atobás, fragatas, rabos-de-palha, entre outros. Com sorte, você também pode encontrar as tartarugas-verde, que sobem para a praia na época da desova.

O Parque Nacional Marinho de Abrolhos

O Arquipélago de Abrolhos localiza-se a 52 Km da costa brasileira. É constituído por cinco ilhas vulcânicas perdidas no meio do Atlântico tropical: Ilhas Siriba, Guarita, Sta. Bárbara, Redonda e Sueste, sob o controle do Ibama.
Essas ilhas são verdadeiros santuários ecológicos com seus corais, gaivotas, atobá branco e marrom, pelicanos, golfinhos, baleias (em especial a Jubarte ou cantora, como é conhecida por causa do hábito de emitir guinchos agudos), e outras dezenas de animais marinhos.

A palavra Abrolhos, supostamente, é uma aglutinação da expressão "abra os olhos", utilizadas pelos antigos descobridores portugueses para prevenir aqueles que navegassem nos arredores destas cinco pequenas ilhotas. Desde 1983 Abrolhos integra o Primeiro Parque Nacional Marinho do País. O interesse do parque baseia-se, basicamente, em mergulho e turistas que vêem de longe para verem as baleias que chegam ao Brasil no inverno e só se despedem quando o verão se aproxima.

Igreja de Nossa Senhora de Lourdes - Ponta de Areia (Caravelas, BA)
Igreja da Nossa Senhora de Lourdes - Ponta de Areia
Fotos de Caravelas, BA Catedral Santo Antônio - Caravelas BA
Catamarã SANUK e Veleiro SANUK STAR
sanuk@abrolhos.net
mergulhoabrolhos@gmail.com
Telefone (73) 3297-1344
Catamarans NETUNO e ZEUS
catamara@abrolhos.net
abrolhosviagens@gmail.com
Telefone (21) 8272-7603 (Tim)
Traslados Aeroporto
Porto Seguro (BPS) x Caravelas
Traslado Aeroporto Porto Seguro x Caravelas (Abrolhos) Táxi
Passagens Aereas TAM Passagens Aereas Azul Passagens Aereas GOL
Serviço de traslado ou transfer desde o Aeroporto de Porto Seguro até Caravelas e Alcobaça.